11 fevereiro 2010

PEQUENA CANTORIA




os pés molhados
pelas mãos das marés
a saia balançando
nas conchas da areia
eu vi a sereia bonita
e foi das coisas mais lindas
que já vi nessa vida
onde o sol e a lua namoram
no doce encantamento
do galope da beira do mar
 
o canto que nasce
nas águas do pensamento
traz o destino desenhado
e o valor do alimento
no oceano mergulhado

será depois pescado
pela mão do sentimento
e o sol beijando a lua
traz doce encantamento
do galope da beira do mar

o poeta é o menino
que aprendeu a brincar
na pele da correnteza
mais profunda do mar
onde vai buscar beleza
para criar a delicadeza
da arte de navegar
e a lua beijando o sol
traz doce encantamento
no galope da beira do mar



2 comentários:

Anorkinda disse...

ahhh como é doce o teu canto...

bjão!

Gabriela disse...

Lindo! Encantador...