25 janeiro 2009

SOPA DE ARROZ DO PAI JOSÉ

Se deixas sair o que está em ti
O que deixas sair te salvará
Se não deixas sair o que está em ti
O que está em ti te destruirá
(Jesus, segundo Tomé)


A Sopa de Arroz do Pai José é campeã das dietas, porque limpa, emagrece e não dá fome. Leva arroz integral, alho, cebola, alho-poró, aipo (salsão), bertalha e verdinhos frescos:
uma xícara de arroz cru,16 de água, 6 dentes de alho, 3 cebolas médias, 6 talos de aipo com as folhas, um alho-poró também com as folhas, 12 ou mais folhas de bertalha, e ainda hortelã, cebolinha, salsinha ou coentro.

Ponha o arroz para cozinhar naquele montão de água, de preferência em panela grossa, de pedra-sabão, barro ou ferro esmaltado; quando ferver abaixe o fogo, tampe e deixe cozinhar por três horas, mexendo de quando em vez.
Corte a cebola em gomos, o aipo e o alho-poró em fatias grossas diagonais, descasque os dentes de alho e ponha tudo lá dentro, levantando o fogo, para abaixar de novo depois que ferver. Junte mais água se for o caso. Deixe ferver 40 minutos, misture as folhas de bertalha, apague o fogo e tampe.
Sirva com uma colher (chá) de missô em cada porção e verdinhos frescos por cima. Pode comer à vontade.

Substitui ao menos uma refeição por dia, com resultados maravilhosos.
Por quê?

Primeiro porque o arroz integral cozido longamente, às vezes a noite inteira, é o alimento mais medicinal que existe: fácil de digerir, fortalece o princípio vital e o sangue, harmoniza o sistema de aquecimento do corpo, suaviza os intestinos e ajuda a eliminação de toxinas através da urina. (Contra-indicação: quem já urina muito não deve tomar essa sopa.)
O alho é uma cornucópia de virtudes para a saúde. Espanta vírus, fungos e outros hóspedes indesejáveis, desengordura, tonifica, relaxa, faz bem ao fígado e às glândulas, limpa o sangue.
A cebola não fica atrás: também é anti-séptica, limpa e regulariza os rins e a bexiga, baixa a taxa de glicose no sangue, ajuda a absorver oxigênio.
O alho-poró reforça o alho e a cebola e dá um sabor especial.
O aipo, ou salsão, estimula a digestão e os intestinos, limpa os rins, alivia o reumatismo, acalma, nutre e tonifica; suas folhas têm um tipo natural de insulina.
E as folhas de bertalha, Basella alba, trepadeira que dá em qualquer cerca no mato carioca, são riquíssimas em cálcio, ferro, magnésio, clorofila e outras preciosidades, e ainda lubrificam os intestinos. (Se não encontrar bertalha, pode colocar chicória.)

Boa primavera – boa reciclagem!

http://www.correcotia.com/ Site maravilhoso da Sonia Hirsch



22 janeiro 2009




TRIBUTO A J. G. ROSA – Manoel de Barros

Passarinho parou de cantar.
Essa é apenas uma informação.
Passarinho desapareceu de cantar.
Esse é um verso de J. G. Rosa.
Desapareceu de cantar é uma graça verbal.
Poesia é uma graça verbal.


Em “Tratado Geral das Grandezas do Ínfimo”